acne Can Be Fun For Anyone

A forma mais jovem da doença – antes dos 40 anos – corresponde a mais de 75% dos casos (LANGLEY; KRUEGER; GRIFFITHS, 2007) e está associada muitas vezes a histórico common positivo e mostra-se mais instável, afetando uma maior extensão do corpo, com maior freqüência do envolvimento das unhas e alta incidência de psoríase gutata, além de um grande envolvimento psicológico

Há um grande leque de tratamentos para a psoríase, sendo fundamental primeiramente o diagnóstico diferencial de forma a afastar a possibilidade de outras patologias (BEZERRA, 2007)

Faça alterações numa reserva com o seu número de confirmação e código PIN Esqueceu-se da sua palavra-passe?

Existem indicações de que algumas doenças anti-inflamatórias de pele como a psoríase, podem ser mediadas por estresse oxidativo. Os queratinócitos da pele normal são os primeiros alvos de agentes pró-oxidantes, ao mesmo tempo expressam heme oxigenase (HO), uma enzima que pode ser envolvida na proteção das células contra o estresse oxidativo.

No século XIX, acreditava-se que a psoríase period um processo de regulação anormal do crescimento dos queratinócitos ou de origem inflamatória, mas isso mudou em 1970, quando desenvolvimentos na imunologia celular indicavam uma participação das células sangüíneas na psoríase

A escolha do tratamento vai depender da localização e gravidade das lesões, duração do quadro, tratamentos prévios e idade do paciente.

Essas lesões são eritematosas, com placas brilhantes sem escama que podem confundir com intertrigo e infecções por cândida e dermatófitos (MYERS; GOTTLIED; MEASE, 2006)

Aumento da infiltração de células T é ainda causado por uma resposta desregulada ou uma contínua ativação das APCs.

A psoríase é uma doença de aspectos multipatogênicos não definidamente estabelecidos. A história e a literatura trazem registros de diferentes personagens submetidos a grandes traumas ou grandes paixões que as refletem em sua saúde fileísica. Pesquisas recentes vêm confirmando essa correlação entre o sistema imune e o sistema nervoso central sem, no entanto, que se consiga determinar se essa correlação ocorre no desencadeamento da doença, evolução, ou ambos.

A patogênese da psoríase permanece incerta. Entretanto, a presença de linfócitos T tipo one na fase inicial da doença e a resposta as terapias que tem como alvo as células T sugerem que essas células estão relacionadas a patogênese da doença (PELC; MARCINKIEWICZ, 2007)

Usados nos casos mais graves ou resistentes ao tratamento. Implicam um acompanhamento médico minucioso.

Outros autores por sua vez, acreditam ser conseqüência de um aumento no número de ciclos celulares e não de stem cells. Os fatores de crescimento responsáveis pela proliferação podem vir de uma variedade de células, incluindo fatores de crescimento get more info autócrinos e parácrinos dos próprios queratinócitos

Quanto ao mecanismo de ação, as terapias para psoríase são formuladas para atuarem em diferentes pontos específicos de sua patogênese:

Também pode ocorre inflamação na articulação óssea provocando rigidez de movimentação, inchaço, dor e, em alguns casos mais raros, destruição óssea.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *